mercado a termo, o que é mercado a termo, como funciona o mercado a termo
|

Mercado a termo: características

O contrato a termo é aquele em que as partes assumem o compromisso de compra e venda de quantidade e qualidade determinadas de um ativo dito real (mercadoria) para uma data futura. Por exemplo, a contratação de compra e venda de um lote padronizado de ouro para entrega em 30 dias. 

No mercado a termo, as partes compradora (long) e vendedora (short) ficam vinculadas uma à outra até a liquidação do contrato. O comprador leva o contrato a termo até o final do prazo contratado, paga pelo ativo objeto do contrato e quer recebê-lo. O vendedor do contrato a termo quer levar o contrato até o final, entregar o ativo objeto e receber o correspondente pagamento. 

O contrato a termo caracteriza-se por ser muito detalhado, podendo ser menos padronizado, e ter movimentação financeira somente na liquidação. Em virtude disso, apresenta algumas desvantagens operacionais, como baixa liquidez, pouca transparência, e risco de crédito. 

Vejamos um exemplo de hedge no mercado a termo: 

Um produtor de café que ainda não colheu sua safra teme que quando for vendê-la no mercado, em 60 dias, os preços estejam muito baixos. Para assegurar um preço de venda capaz de garantir sua margem de lucro, procura um comprador com visão contrária, que acredita que os preços podem subir. 

Os dois acordam o preço de 200 dólares a saca, fecham um contrato estabelecendo quantidade (de 100 sacas, por exemplo) e data de liquidação (em 60 dias).  

Suponhamos que 60 dias depois, no vencimento do contrato, o preço à vista esteja em 190 dólares. O produtor entregará o café a 200 dólares por saca, nos termos do contrato, lucrando 10 dólares por saca em relação ao preço à vista, enquanto o comprador pagará 200 dólares por saca de mercadoria que está valendo 190 dólares, perdendo, portanto, 10 dólares por saca. 

Se, ao contrário, o preço de mercado estiver a 210 dólares, a situação se inverterá: o produtor entregará por 200 dólares a mercadoria que vale 210 dólares, perdendo 10 dólares por saca, enquanto o comprador adquirirá a mesma mercadoria por 200 dólares a saca, lucrando 10 dólares em relação ao preço de mercado. O importante para eles foi ter fixado um preço considerado aceitável de antemão, reduzindo a incerteza de preço de seus negócios.

Características do mercado a termo:

  • O prazo de um contrato à termo varia de no mínimo 16 dias corridos (12 dias úteis) até 999 dias corridos;
  • Não possuem ajuste diário;
  • Não há custo algum para se fechar esse acordo;
  • Sua tributação é conforme renda variável: IR = 15% e IRRF = 0,005%;
  • Liquidação antecipada: o comprador deverá solicitor ao vendedor, pagar o preço estipulado pelo prazo que o contrato ficou em aberto. Caso seja aceito, o contrato é encerrado. Essa liquidação antecipada poderá ser solicitada até o 3° dia útil anterior à data de vencimento do contrato.

Motivação para uma operação a termo:

Alavancagem: o investidor não dispõe de recursos para adquiri as ações no mercado à vista e as compra no mercado a termo, pois necessita apenas de recursos para a margem de garantia.

Financiamento: o investidor quer ganhar apenas juros com a operação, então compra a ação no mercado à vista e as vende no mercado a termo. Se o comprador a termo liquidar a operação antes do vencimento, como o valor a receber em juros é fixo, a taxa resultante, em geral, é maior que a de mercado.

Contrato a termo de moeda (NDF)

O contrato a termo de balcão sem entrega física chama-se non-Deliverable forward (NDF). Na sua liquidação não há entrega física, mas troca da diferença de valores. O que troca de mãos é a diferença financeira entre o preço acordado e a cotação vigente na data de vencimento futura do contrato a termo. É um contrato a termo de moedas com objetivo de estabelecer, antecipadamente, uma taxa cambial em uma data futura. Muito utilizado por exportadores e importadores.

Exemplo: Um investidor precisa pagar 500.000 mil Dólares daqui há 1 mês (30 dias), mas teme a variação cambial. Nesse momento ele sabe que o preço atual do dólar está em R$ 3,75 e o preço do termo está R$ 3,80. Então ele compra o contrato a termo, contratado pela taxa de R$ 3,80. Assim ele consegue travar o preço até a data do vencimento (30 dias). O custo será zero, pois não tem margem. Quando chegar na data de vencimento ele liquidará o contrato a termo conforme a fórmula abaixo. Se o preço do dólar no vencimento (atual) for de R$ 3,85, ele teria de ajuste no resgate: 500.000 x (3,85 – 3,80) = R$ 25.000,00. (nesse caso recebeu um ajuste positivo, pois o dólar valorizou).

Características:

  • Não tem ajuste diário;
  • Podem encerrar parcialmente ou totalmente;
  • Tem flexibilidade quanto à prazos;
  • Travam uma taxa de câmbio;
  • Paga ou recebe o ajuste no vencimento determinado;
  • É nocional: não exigem entrega física;
  • O imposto de Renda no mercado à termo é de 15% e de 0,005% de IRRF.

Leia também

Posts Similares